Social Media Marketing: Facebook

03

Social Media Marketing: Facebook

As redes sociais são uma presença constante na vida pessoal de cada um – de facto, pesquisas recentes indicam que cerca de uma em cada quatro pessoas faz parte de algum tipo de rede social. O alcance alargado deste tipo de plataformas torna-as um meio tentador de Marketing Digital, particularmente graças a cada vez melhores ferramentas de segmentação do público-alvo.

No entanto, antes de enveredar pelas redes sociais e procurar interação com clientes (atuais ou prospetivos), coloca-se uma primeira questão de extrema importância: quais são as redes sociais adequadas para o seu tipo de negócio? Será preciso estar-se presente e ativo em todas, ou haverá maneira de limitar-se às redes sociais que realmente têm a ver com a sua empresa?

Para auxiliar na escolha das redes sociais apropriadas, a Digital Team criou uma análise detalhada das principais plataformas atuais, indicando para que tipo de funções é que cada uma se adequa melhor.

Com mais de 1,44 mil milhões de utilizadores ativos por mês, o Facebook é, de longe, a rede social mais ativa e popular dos dias que correm. Naturalmente, isto significa um maior alcance ao público, potenciado ainda mais pelo elevado nível de engagement existente. Assim sendo, o Facebook é uma plataforma altamente apelativa para participação das empresas.

No entanto, é importante ter em consideração as caraterísticas principais do Facebook. Por um lado, é uma plataforma orientada para os consumidores, no sentido em que cada utilizador cria a sua própria rede pessoal de contactos com base nos relacionamentos pessoais. Por outro, é também uma plataforma direcionada para conteúdos, sendo que o Facebook privilegia páginas cujos conteúdos geram maior engagement. Isto significa que, por muito investimento que seja feito ao nível do sistema de anúncios do Facebook, uma empresa apenas pode ter sucesso duradouro no Facebook com uma presença ativa e uma seleção cuidadosa dos conteúdos utilizados.

Ao mesmo tempo, embora qualquer empresa e/ou marca consiga obter sucesso no Facebook, é importante realçar que algumas categorias de produtos terão maior facilidade do que outras:

  • Empresas e marcas com um posicionamento mais pessoal e social terão maior facilidade em criar conteúdo que seja consistente com o seu posicionamento e que, ao mesmo tempo, atraia envolvimento por parte dos seguidores.
  • Empresas de produtos de lazer ou de luxo terão mais facilidade em promover os seus produtos como conteúdo de Facebook caso construam uma página com o posicionamento correto.
  • Empresas business-to-business encontrarão naturalmente maior dificuldade pela orientação natural do Facebook para o consumidor, o qual, em geral, poderá gerar menor engagement pessoal em conteúdos orientados para empresas.

Em geral, recomenda-se a criação de uma conta ou página de Facebook para a sua empresa. Essencialmente, é necessário devido à prevalência da plataforma; ao mesmo tempo que um possível cliente poderá encontra-lo pelo Google, uma pesquisa no Facebook ou uma interação de um conhecido poderá levá-lo à sua empresa. No entanto, uma página com poucos ‘Gostos’ – o que, dependendo da sua área de negócio, varia entre os 100 até aos 500 ‘Gostos’ – causa uma impressão tão negativa como um Website mal estruturado.


<< Voltar

Deixe um comentário